Você sabe o significado de todos os termos gráficos?

São muitas as expressões que circulam no segmento gráfico e por isso, sabemos que, às vezes, as dúvidas podem acabar surgindo. Para auxiliá-lo, montamos uma lista completa com os termos mais utilizados no dia a dia pelos designers. Confira:

A2/A3/A4/A5 – Essas medidas são formatos de papel. O A4 é o formato ofício (folha sulfite). Já o A3 é o dobro de um A4, A5 é a metade de um A4 e assim sucessivamente.
Adobe – É a empresa líder em softwares gráficos. Foi responsável por desenvolver programas como Photoshop, Illustrator, InDesign, Premiere, entre outros.
Alinhamento – Este é o nome que se dá para a organização dos objetos em uma tela. Eles podem ser alinhados à esquerda, direita ou podem ser centralizados.
Arquivo Aberto – Quando o arquivo está no formato do software que o originou.
Arquivo fechado – Quando o arquivo está pronto para impressão com a fonte convertida em curvas.
Background – É o que fica em último plano em um layout.
Bitmap – Uma imagem gráfica computadorizada que é formada por pontos chamados de pixels.
Briefing – É um documento usado como base de um projeto. Neste documento são especificados pontos básicos sobre o projeto, podendo assim otimizar o tempo gasto e reduzir as chances de erros e refações.
Brand – Brand é a essência de uma marca, está ligado ao seu conceito. Por exemplo: a Apple não representa apenas computadores, celulares e gadgets. A Apple representa um estilo de vida unificado e sofisticado.
Canvas – A área de trabalho em um software gráfico (tela).
Caderno – São as folhas de impressão depois de serem dobradas, formando partes de um jornal, revista ou livro.
CMYK – É a escala de cores utilizada para projetos impressos. A sigla significa Cyan (ciano), Magenta (magenta), Yellow (amarelo) e blacK (preto). Se a escala certa não for utilizada, as cores vistas no impresso não terão o resultado
desejado.
CorelDraw – Programa de desenho vetorial desenvolvido pela Corel Corporation.
Curvas – Ato de vetorizar: quando a fonte é convertida em curvas, ela passa a ser um objeto vetorial, ou seja, não é possível editá-la. O objetivo é que a aparência da tela do designer seja a mesma presente na tela do impressor para que não haja diferenças.
DPI – Traduzido da língua inglesa como “ponto por polegada”. Está diretamente relacionado à resolução da imagem. Uma imagem, para ser impressa em uma qualidade aceitável, deve estar em 300dpi. Para uso digital, 72dpi são o bastante.
Flat design – É um design mais simplista com formas e cores chapadas, sem efeitos 3D, degradês ou qualquer efeito que transmita certa realidade do objeto. Não há elementos estilísticos, texturas ou qualquer outro tipo que o torne tridimensional.
Fonte – Tipos diferentes de letras.
Gradiente – É quando temos a transição gradativa e suave entre tons de cores (degradê).
Grid – Ajuda a organizar e harmonizar peças gráficas: uma malha dividida em linhas e colunas.
Illustrator – O software de imagens vetoriais desenvolvido pela Adobe.
InDesign – O software de diagramação desenvolvido pela Adobe.
Infográfico – É um produto gráfico destinado à explicação de dados de um jeito direto, claro e simples.
JPG/JPEG – É uma extensão que possibilita salvar imagens bitmap com alta resolução em tamanhos mais compactos.
Layer – Camadas que possibilitam trabalhar com imagens sobrepostas, facilitando na edição e manipulação de imagens.
Layout – A arte de um designer, o produto final.
Linhas guia – São linhas criadas no layout para gerar referenciais de alinhamento.
Logo – O símbolo pelo qual a marca/empresa/negócio é reconhecida.
Logotipo – Quando o logo possui o suporte de algum texto.
Marca de corte – Linhas que delimitam onde o layout será cortado.
Opacidade – A opacidade pode ser controlada de acordo com o desejo de transparência de um objeto.
Pantone – É a empresa que possui o sistema de cores mais utilizado no mundo. Uma vez você escolhe determinado código, a cor escolhida será impressa sempre com a mesma tonalidade. Por possuir cores especiais, é preciso especificar o código exato para conseguir o resultado desejado. Pode haver acréscimo no valor da impressão por ser uma cor exclusiva e não fazer parte de uma impressão padrão CMYK.
Pathfinder – Disponível em softwares vetoriais: permite forçar interações entre dois objetos. Sendo assim, é possível soldar duas formas, fatiá-las, etc.
Pen Tool – Uma caneta que permite desenhar ponto a ponto em softwares gráficos. A ferramenta também é utilizada para fazer o recorte preciso de fotos.
Photoshop – O software gráfico mais tradicional desenvolvido pela Adobe.
Pixel – A menor unidade de uma imagem digital.
Pixelado/pixelizado – Quando uma imagem deixa os pixels aparentes. Isso acontece quando a resolução é excedida.
PNG – Um tipo de extensão com excelente taxa de compressão, que apresenta uma boa resolução final. É conhecida popularmente pela possibilidade de ter transparência, pois evidenciam somente o objeto desejado. Deste modo, podem ser utilizadas em layouts sem que tenha necessidade de recortá-lo.
PSD – São os arquivos nativos do programa Photoshop.
Rasterização – É a conversão de imagens vetoriais em bitmap.
Refile – É o acabamento do produto final ao cortar um impresso nas marcas de corte.
Resolução – É a qualidade de uma imagem, geralmente estabelecida pela quantidade de pixels em cada polegada.
Sangria – São as marcas de corte que delimitam o tamanho final da arte. Essa sobra existe para evitar que haja um espaço de papel em branco em um dos lados da arte caso o refile não seja preciso.
Sans serif – Os tipos de fonte que não têm serifa.
Serifa – A característica principal de fontes serifadas: uma pequena extensão nas extremidades das letras.
Template – É o layout pré-definido.
Tratamento de imagem – O ato de corrigir os detalhes. Sendo uma simples correção de cores e luminosidade, até um retoque de pele.
Vetor – Um vetor nada mais é do que um ponto que consome muito menos memória do computador para gerar arquivos mais leves.
Vetorizar – É o ato de desenhar manualmente uma imagem em um software vetorial (Illustrator, por exemplo).

Esperamos que este glossário tenha esclarecido suas dúvidas, mas caso ainda tenha ficado alguma, nos deixe nos comentários. Faremos questão de ajudá-lo!

One thought to “Você sabe o significado de todos os termos gráficos?”

  1. Boa tarde, gostaria de saber se é possível uma visita técnica, nas oficinas da Futura.
    Conhecer os nomes somente o tempo, mas da para acelerar em visitas. obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *