Outubro Rosa: entenda a importância dessa campanha mundial

O mês de outubro é mundialmente conhecido como o mês de conscientização sobre o câncer de mama e a importância de obter diagnóstico precoce.

 Nesse artigo falaremos sobre a história da campanha, a doença, seus sintomas, hábitos benéficos e prejudiciais e as formas de diagnóstico. Leia até o final e incentive a causa. Apoiar esse movimento é apoiar a vida!

A campanha Outubro Rosa teve início em 1990, quando a Susan G. Komen Breast Cancer Foundation organizou a “Corrida Pela Cura” na cidade de New York, nos EUA. Hoje é um movimento mundialmente popular. No Brasil, a primeira “manifestação” de apoio a causa foi realizada em 2002, em São Paulo.

Desde então, é durante o mês de outubro que instituições públicas e privadas disponibilizam exames gratuitos para encorajar as mulheres a cuidarem da saúde e tentarem um diagnóstico precoce.

É nesse período que se dão maior atenção e visibilidade para o câncer de mama, que apesar de ser um fenômeno extremamente raro de acontecer em homens, é o segundo câncer mais diagnosticado nas mulheres. Ele se dá a partir de uma mutação genética nas células mamárias e isso causa o tumor, podendo ter crescimento rápido ou lento (dependendo de sua causa).

Mas quais são os sintomas? As formas de prevenção? Exames que podemos realizar? Confira a seguir:

FATORES INFLUENCIADORES

Existem alguns fatores que podem influenciar para o desenvolvimento do câncer, e são eles: obesidade após a menopausa, sedentarismo, primeira menstruação antes de 12 anos, não ter filhos, primeira gravidez após os 30 anos, menopausa após os 55 anos, hábitos alimentares ruins e fatores genéticos.

SINTOMAS

  • Nódulo (caroço);
  • Alteração no formato ou tamanho das mamas;
  • Mudança na textura da pele da região;
  • Nódulos próximos da axila;
  • Secreção ou sangue no mamilo;
  • Alteração no formato do mamilo.

ATITUDES PREVENTIVAS

A escolha por uma vida saudável é indicada para diversas melhorias na sua vida e isso não seria diferente com essa doença. Alimentar-se de verduras e legumes com frequência e evitar os embutidos e a carne vermelha, além de praticar atividades físicas pode, com certeza, colaborar para a prevenção do câncer. Sem contar que, realizar a mamografia ou o autoexame com a devida periodicidade é de extrema importância para a sua saúde.

O autoexame é simples de ser realizado, ideal para manter periodicidade e abre a possibilidade de diagnóstico para aquelas pessoas que não possuem acesso a mamografia. Ele é realizado uma vez por mês, entre o 3º e o 5º dia após o início do ciclo menstrual.

A seguir, entenda o passo a passo para realizá-lo:

  • Faça uma análise de seus seios em frente ao espelho.

– Com os braços relaxados;

– Com os braços erguidos;

– Com as mãos na cintura, fazendo pressão.

Isso te possibilitará analisar o formato das mamas, se há diferença de cor e tamanho e etc;

  • Depois disso entra o momento de palpação, realizado sempre com os dedos juntos e esticados.

– Levante o braço esquerdo e coloque a mão atrás da cabeça

– Com a mão direita, apalpe a mama esquerda fazendo movimentos circulares e de cima para baixo;

– Pressione o mamilo suavemente;

– Analise próximo as axilas;

– Realize o mesmo procedimento na outra mama.

É simples, não? Mas é bom lembrarmos que ele não anula a necessidade de realizar mamografia, já que, existem fatores que podem levar a um falso diagnóstico. Geralmente no autoexame só é possível sentir aqueles nódulos que se aproximam de 2cm (o que pode já ser um estágio um pouco mais avançado da doença), e ainda existe a possibilidade da textura das mamas apresentar algum tipo de caroço (para conferir se é algo sério ou não, analise se há a presença dos caroços em ambas as mamas, caso tenha, não há com o que se preocupar).

A mamografia é o método mais eficaz para o diagnóstico da doença, sendo uma espécie de raio X – e pode ser realizada gratuitamente durante o mês de outubro. É através dela que encontramos nódulos menores que 1cm e isso possibilita iniciar o tratamento em uma das primeiras fases da doença. O que muitos não sabem é que, quando diagnosticado precocemente, o câncer de mama apresenta 95% de chance de cura.

Não fique fora dessa! Incentive a causa e cuide da sua saúde e de outras milhares de pessoas. Procure um médico – a sua vida vale muito!

E aí, gostou? Deixe suas dúvidas e opiniões nos comentários e até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *