Notebook para Design: como e quais escolher? - FuturaIM Gráfica Online

Notebook para Design: como e quais escolher?

Trabalhar com Design Gráfico exige o uso de diferentes técnicas e, algumas delas, não dependem apenas da criatividade dos designers, como os recursos tecnológicos, que fazem parte do cotidiano desses profissionais e facilitam seu trabalho. Então, no artigo de hoje, vamos ajudar você a entender, de uma vez por todas, como escolher um bom notebook para trabalhar. Vamos lá?

Para começar, é preciso levar em consideração as exigências da profissão (velocidade, praticidade de navegação, bom espaço de armazenamento, o uso de programas, como Illustrator, Photoshop, Corel Draw e outros), além de seus objetivos profissionais e volumetria de demandas. Afinal, o equipamento escolhido deve atender, com competência, suas necessidades diárias através da alta performance em processamento de dados, a fim de suportar os diversos softwares de edição que, na maioria das vezes, consomem muita memória.

Então, o que um bom notebook deve ter?

Os sistemas destes dispositivos contam com um conjunto de componentes que definem a sua performance: o processador, a memória RAM, a placa de vídeo e o disco rígido (popularmente conhecido como HD).

O processador é o principal responsável pela velocidade e qualidade de navegação da máquina, pois, realiza a leitura de todos os dados contidos no notebook. Ele conta, diretamente, com a memória RAM e o HD, que são os espaços de armazenamento. Mas, existe uma diferença marcante entre eles: o momento de armazenagem.

A memória RAM coleta e armazena os dados temporariamente, como durante a produção e alteração dos seus materiais. Nesse momento, todos os dados estão sendo coletados pela memória RAM.  Depois que você conclui e arquiva o documento em uma pasta específica do computador, os dados entram no disco rígido. Isso acontece para otimizar a velocidade do processador, evitando que ele tenha que buscar os dados diretamente do HD e cause lentidão. Podemos dizer também, que, os espaços de armazenamento são fundamentais para garantir uma vida útil longa aos computadores, uma vez que, melhoram a performance e viabilizam maior número de atualizações dos programas instalados, eliminando a necessidade da troca anual de notebook.

Então, ao analisar a capacidade de armazenamento da máquina, é importante que conheça as diferenças entre os HDs e os SSDs. Ambos os dispositivos, apesar de possuírem a mesma finalidade, influenciarão de formas diferentes na performance do seu notebook. Os SSDs são considerados uma evolução dos HDs por serem mais silenciosos, rápidos, leves, resistentes (sendo melhor para computadores portáteis) e consumirem menos energia do que os HDs. Por outro lado, essa tecnologia costuma ser mais cara e possuir menor capacidade de armazenamento e vida útil do que os HDs convencionais.

A placa de vídeo, por sua vez, emite sinais ao sistema do dispositivo para que ele possa processar os dados e transformá-los em uma representação visual na tela do computador. Então, esta é uma peça fundamental para o desenvolvimento da produção gráfica, sendo a responsável por gerar imagens de alta qualidade e com boa representação das cores, por exemplo.

Esses são os principais pontos para se considerar antes de escolher um notebook. Pesquise, procure por opiniões de usuários e explicações de especialistas, a fim de encontrar o máximo de informações possíveis. Assim, você garante investimento certo e trabalha com tranquilidade, alcançando a qualidade desejada em suas produções e melhorando, inclusive, os prazos de suas entregas.

Mas, as dúvidas dos designers gráficos vão além das configurações. Diversas pessoas questionam sobre as diferenças entre trabalhar com o tradicional computador de mesa (desktop) ou com notebooks. De maneira geral, eles podem possuir diferenças nas configurações que citamos acima, nos valores e, claro, na praticidade. Sua escolha dependerá apenas das suas necessidades. Em todos os casos, estas compras são, um investimento com alto custo e, por isso, é preciso pesquisar sobre as funcionalidades das opções oferecidas no mercado até encontrar uma que se encaixe ao seu perfil.

Caso você procure uma alternativa que te proporcione mobilidade no trabalho, os notebooks são as melhores opções. E para te ajudar a conhecer as opções encontradas nas lojas, confira a seguir as três sugestões que separamos para você.

Macbook Pro 15

Considerado um dos melhores notebooks disponíveis no mercado, é ideal para quem quer qualidade, praticidade e mobilidade. Com uma tela de 15 polegadas, é compacto, leve (aproximadamente 2kg) e promete alta durabilidade. Mas, não é uma das opções mais em conta do mercado, alcançando o valor de (cerca de) 10 mil reais.

Composto por um disco rígido com alto desemprenho, processador i7 de 2.7 GHz, memória RAM de 16GB e 2133 MHz e uma placa de vídeo Radeon Pro 455 de 2GB, possibilita a navegação simultânea em diferentes programas pesados sem que você tenha que lidar com travas ou possíveis perdas de documentos.

Acer A515 – 51G – C97B

Para quem procura qualidade e custo-benefício, esta é uma das melhores opções do mercado. Dentro da faixa de 2 a 4 mil reais, o Acer A515 – 51G – C97B é de fácil transporte (com aproximadamente 2,2kg). Possui processador Intel Core i5 de oitava-geração, 1TB de HD, 8GB de memória RAM e uma placa de vídeo Geforce MX130. Uma coisa que se destaca nesse modelo é a longa durabilidade da bateria, sem a necessidade de recarga (aproximadamente, sete horas).

É reconhecido por pertencer a uma linha de computadores com rápido processamento de programas de edição de imagem, porém, de acordo com alguns compradores, a definição da imagem pode ser considerada um ponto negativo, pois são processadas apenas em HD.

Lenovo Ideapad 330 81FE0001BR

O último dessa lista é a opção com maior custo-benefício. Atendendo a faixa de 2 a 3.200 reais. Mas, o desempenho do seu sistema operacional é considerado mediano quando comparado às outras opções acima. Seu processador é um Intel Core i5, de oitava-geração. Possui 8GB de memória RAM, 1TB de HD e uma placa gráfica Ge-force MX150 de 2GB. Pesa cerca de 2,06kg, colaborando para o dia a dia dos designers que precisam de mobilidade.

Sua placa de vídeo tem 2GB dedicados para o desempenho gráfico, o que o torna capaz de lidar com programas pesados de edição de imagens. Mas, o indicado é não utilizar esses programas simultaneamente.

E agora, você já sabe por onde começar? Esse é um investimento importante que vai ser fundamental para a produção e entrega dos seus produtos aos clientes. Esperamos ter ajudado!

Caso queira saber mais sobre assuntos relacionados, deixe seu comentário com suas sugestões!

Banner Qualidade Imbatível pelo Melhor Prazo FuturaIM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *