A história do mundo gráfico - Futura Gráfica Online

A história do mundo gráfico

No dia 07/02 comemora-se o Dia do Gráfico ou Dia do Profissional Gráfico! E para comemorarmos mais essa data com você, desenvolvemos esse artigo sobre um pouco da história do mundo gráfico. Continue essa leitura com a gente!

A data comemorativa surgiu em 1923, após uma greve organizada por profissionais gráficos que reivindicavam melhores condições de trabalho e salários mais justos. Mas voltando um pouco mais no tempo, vamos entender algumas coisas que fizeram do mundo gráfico o que ele é hoje.

As impressões gráficas marcam a história do mundo desde os anos 3 mil a.C. na Mesopotâmia, tendo as primeiras tentativas de realizar impressões feitas com estruturas cilíndricas e imagens esculpidas em barro.

Mas as impressões começaram a se aproximar do que conhecemos hoje somente no século II d.C. com a invenção do papel, desenvolvido pelo chinês Ts’ai Lun, que transformou o modo de vida da sociedade e influenciou o interesse das pessoas pela escrita, pela impressão e colaborou para o surgimento dos livros. Mas foi somente no século XII que o papel chegou no ocidente, alcançando a Europa.

Sua chegada na Europa foi importante para os registros das cortes reais e das instituições religiosas, além dos comunicados aos civis e demais coisas que solicitavam o uso desse material. Além disso, os europeus tiveram participação importante nas mudanças da forma de produção e produto final do papel.

Depois disso, o marco mais importante e revolucionário para o mundo gráfico foi a Prensa de Tipos Móveis, desenvolvida por Johann Gutenberg em meados de 1450. A máquina, feita de madeira e metal, tinha como principal função automatizar o processo de impressão. O primeiro material impresso por ela foi a Bíblia católica.

Mas, apesar da “facilidade” e uma produção quase massificada de livros, os mesmos eram pesados, grandes, restritos a lugares e demandavam de alto investimento, sendo então um privilégio concentrado nas mãos da elite e do clero.

Os tempos foram passando, invenções foram sendo feitas em diversos locais no mundo, como por exemplo no século XVI, quando surge a Aldus Manutius, primeira impressora capaz de imprimir livros pequenos e portáteis, além de ter sido a primeira a usar o famoso Italic. Em 1796 surge um novo processo de impressão chamada litografia, onde usava-se uma tinta gordurosa, uma pedra polida e uma prensa, gravando o papel. Anos depois a pedra foi substituída por placas metálicas. Já em 1803 foi desenvolvida a impressão cilíndrica, que utilizava  dois cilindros para encaminhar o papel.

Já a impressora da forma como conhecemos hoje e muitos de nós possuímos dentro de casa, surgiu somente em 1938, e a impressora de alta velocidade foi desenvolvida em 1953. As impressões foram ganhando espaço e o número de grandes gráficas foram aumentando consideravelmente ao redor do mundo.

Somente no Brasil, são mais de 20 mil gráficas e nós, da FuturaIM, estamos felizes de fazermos parte de tudo isso! Com uma forma diferente e pensando na facilidade para nossos clientes, atualmente você – de qualquer lugar do país – pode encontrar via internet produtos confiáveis e com preços acessíveis, otimizando seu tempo e com qualidade IMbatível garantida.

Não perca a chance de fazer parte dessa história também, visite nosso site e faça agora mesmo o seu pedido!

A história do mundo gráfico é longa e importante para toda a formação da sociedade, esperamos que tenha gostado de saber um pouco mais sobre ela. Deixe suas dúvidas e opiniões nos comentários e até a próxima!

 

Banner Qualidade Imbatível pelo Melhor Prazo FuturaIM

One thought to “A história do mundo gráfico”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *